A perda de audição e a depressão andam lado a lado

Albert Stein
14/02/18

A perda de audição traz muitas dificuldades à comunicação, que causa constrangimentos, frustração, fadiga e pode levar a que as pessoas comecem a isolar-se e a evitar espaços sociais. Esse isolamento, por sua vez, pode gerar mal-entendidos e sentimentos de solidão e depressão.

Um estudo realizado pelo Instituto Nacional da Surdez e outros distúrbios da comunicação Americana (NIDOCD) confirmou que existe uma longa ligação entre a perda de audição e a depressão.

O autor do estudo, o Dr. Chuan-Ming Li, relata que mais de 11% dos adultos com "algum tipo de perda de audição" sofreram uma depressão moderada a grave, e na população em geral, com audição normal, apenas 5%.

Em outras palavras, mais do dobro das situações de depressão ocorrem quando existe perda de audição. 

No entanto, de acordo com o Dr. Sergei Kochkin do Better Hearing Institute, 9 em cada 10 pessoas dizem que melhoraram significativamente a qualidade de vida ao usar aparelhos auditivos.

Leia mais:

Depressão e problemas de audição em adultos(ENG)

Usuários de aparelhos auditivos afirmam que melhoraram a qualidade vida

Comentários